16 de jun de 2017

Juiz dá ordem de prisão dentro de ônibus após discussão com motorista

Um juiz do trabalho deu ordem de prisão a um motorista de ônibus intermunicipal após discussão em rodoviária no Sul do Estado. O magistrado se deslocava de Corrente para Teresina no ônibus quando se envolveu em um bate-boca com o motorista. O caso foi parar na Delegacia Regional de Bom Jesus. 
Segundo o boletim de ocorrência feito pelo juiz, o ar-condicionado do ônibus Princesa do Sul havia parado de funcionar e o ônibus estava com excesso de passageiros. Ele foi reclamar ao motorista, que segundo o juiz, reagiu com grosserias, chegando a lhe agredir fisicamente.
O magistrado é o juiz de direito Delano Serra Coelho, titular da Vara do Trabalho de Corrente (a 900 km de Teresina).  
O fato aconteceu por volta das 19 horas, no terminal rodoviário de Redenção do Gurgueia. Segundo o boletim, o ar-condicionado do ônibus havia parado de funcionar e um oficial de justiça, que também viajava no veículo, já havia ido reclamar com o motorista. Ao chegar na rodoviária de Redenção, o juiz também foi questioná-lo sobre o ar-condicionado e o excesso de passageiros, já que havia pelo menos oito pessoas viajando em pé. 
“Este já foi com arrogância, em seguida tomou o celular da vítima, jogando para fora do ônibus, depois o empurrou e tentou soqueá-lo”, relata o boletim de ocorrência. 
O juiz deu voz de prisão e acionou a Polícia Militar de Redenção que encaminhou todos , inclusive os passageiros, à Delegacia Regional de Bom Jesus. No local, foi lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por ameaça e dano. 
“O motorista foi conduzido e ouvido pelo delegado, assim como a vítima também. O restante dos passageiros esperou enquanto os procedimentos eram feitos numa praça próxima a Delegacia. Como é um crime de menor potencial ofensivo, o motorista foi liberado depois que assinou o termo e seguiram viagem, por volta da meia-noite”, conta o agente plantonista Eugênio Paraguassu. 
O ônibus seguia de Corrente para Teresina, que também era destino final do juiz. A viagem dura entre 14 horas a 16 horas.
Caroline Oliveira 
Fotos : Ponto X
carolineoliveira@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...