10 de jun de 2017

ALERTA: Casos de Chikungunya no Piauí aumentam 40,8% em 1 semana

Dados do Boletim Epidemiológico divulgado nesta sexta-feira (9) pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesapi) mostram que, em apenas uma semana, os casos notificados de Chikungunya no Piauí aumentaram 40,8%. 

Apesar não ter sido registrado nenhum óbito causado pela doença em 2017, a Sesapi admite que o aumento é preocupante. Os dados são referentes aos números da 22ª semana epidemiológica (de 01 a 07 de junho) com os da 21ª semana (de 25 a 31 de maio). 
De acordo com o Boletim, na semana 21 foram 675 novos casos prováveis notificados, já na semana 22 o registro foi de 951 ocorrências, 276 a mais. 
Sobre os casos confirmados da doença no Estado, 515 pessoas contraíram Chikungunya somente de janeiro a junho de 2017. No mesmo período do 2016, foram 904 confirmações de registros da doença. 
Registraram as maiores incidências de Chikungunya por 100 mil habitantes as cidades de: Várzea Branca (388,6), Bom Jesus (193,2), Floriano (176,9), Oeiras (176,2) e Arraial (171,3).
Dengue
Na contramão da Chikungunya, houve uma redução de 46,2% nos casos de dengue no Piauí.  De 01 de janeiro a 09 de junho deste ano, foram 2.227 casos prováveis notificados em 98 municípios piauienses. Já no mesmo período de 2016, foram 4.136 ocorrências. 
Os municípios que apresentaram maiores índices de notificações da doença foram: Teresina (1.005), Pedro II (151), Floriano (103), Parnaíba (86) e Alto Longá (80). Na capital foram registrados três e em Pedro II um caso de dengue grave.
Os dados da zika também constam no boletim e apontam 131 casos notificados em 12 municípios. 
Izabella Pimentel (com informações da Sesapi)

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...