28 de abr de 2017

Zé filho vai esperar 2018 para decidir filiação partidária e diz acreditar num recuo do PMDB




Em resposta aos questionamentos da imprensa da capital, durante entrevista nesta quinta-feira (27), o ex-governador Zé Filho, atualmente sem partido após se desfiliar do PPS, explicou que resolveu sair do partido porque estava incomodado e disse está conversando com algumas siglas, sendo convidado por outras, mas que tem até março de 2017 para decidir sua filiação. Em relação ao seu ex-partido, o PMDB, Zé Filho sinalizou esperanças quanto a um possível recuo da aliança com o PT, sendo que existem grandes lideranças da sigla que ainda permanecem firmes na oposição, como o ex-ministro João Henrique e a deputada Juliana Moraes Souza.

“Ainda quero acreditar nesse PMDB guerreiro, que fez história com o Alberto Silva e com o Mão Santa como governador. Quero acreditar que o PMDB ainda pode levantar uma bandeira de querer melhorar de fato o Estado do Piauí. A política é muito dinâmica e até 2018 tudo pode acontecer”, enfatizou.
Sobre um futuro apoio nas eleições do próximo ano por parte do prefeito de Parnaíba, Mão Santa, o ex-governador disse acreditar que terá a adesão total de Mão Santa, que aliás, tem sido muito correto e honesto com ele. “Mão Santa tem agido de forma muito correta com a gente e a propósito, ele tem feito uma administração muito eficaz, conseguindo mudar novamente a cara de Parnaíba, levando a cidade ao progresso. Estamos muito felizes e seguros com a administração dele”, ponderou.

Por Luzia Paula, com informações da TV Cidade Verde

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...