4 de fev de 2017

Nota de esclarecimento

Fábio Barros
Diferente do que foi publicado em um blog de Parnaíba mantido pelo sistema do Partido dos Trabalhadores (PT), o assessor do prefeito Mão Santa (SD), Fábio Barros, não foi intimado pela Polícia Federal (PF) para prestar esclarecimentos sobre fatos montados na mesma imprensa na época da campanha eleitoral do ano passado.

O fato é que, diante do embaraço ao qual foi colocado, por conta própria Barros tomou a iniciativa de solicitou que a PF abrisse um processo investigativo para chegar ao autor ou autores de uma montagem acerca de uma suposta conversa nas redes sociais onde o assessor aparece tentando comprar votos.

Na época, Fábio e o advogado da coligação “A Cidade é o povo” entraram com um pedido na Justiça Eleitoral para que a PF investigasse o caso. Somente agora a Polícia Federal o chamou para dar início a investigação. A assessoria do funcionário da prefeitura ratifica que em momento algum Fábio foi intimado pela polícia. Sobre Barros não recai nenhum processo e o pedido para apurar a montagem foi feita por ele mesmo, a fim de que a verdade venha à tona e os responsáveis pelo crime cibernético sejam localizados e punidos.



Por Luzia Paula / O Piauí | Edição: Jornal da Parnaíba

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...