7 de fev de 2017

Candidatos denunciam suposta fraude em concurso da prefeitura de Bom Princípio do Piauí


 

Os candidatos que fizeram o concurso público da Prefeitura de Bom Princípio Piauí, realizado no último dia 22 de janeiro, denunciam supostas irregularidades na aplicação das provas e seleção dos candidatos. Eles afirmam que alguns concorrentes ligados ao prefeito Francisco Apolinário Moraes (PSDC) tiveram privilégios. Outros disseram que há suspeitas de cola e falhas nos cadernos de provas, já que alguns malotes chegaram abertos nas salas de aula. Ironicamente, boa parte dos aprovados que possuem algum vínculo com o prefeito, como primos, vereadores e familiares de secretários municipais, gabaritou a prova.





A lista tem 67 nomes ligados ao atual gestor, sendo alguns por grau de parentesco e outros por afinidade partidária. Destes, 29 já foram aprovados em primeira chamada e os outros 38 aguardam no cadastro de reserva. Aproximadamente mil pessoas concorreram as 62 vagas e, diante da possível fraude, os muricienses que não possui ligação com o prefeito nunca serão chamados. Tal situação revoltou os moradores.

“A maioria dos familiares do prefeito e os vereadores passaram. Até pessoas analfabetas passaram, por isso, estamos achando que foi uma fraude”, disse a concurseira Laiane Barros.

“Quando o resultado saiu, nos impressionou a quantidade de pessoas que gabaritou a prova. Em algumas salas, teve malotes de provas que já chegaram com o lacre do saco rasgado. Isso é um absurdo”, denunciou o estudante de agronomia, Antônio Fontenele.

A situação é tão absurda que até a esposa do prefeito, Ana Karla Vieira Diniz, foi aprovada. Procurado pela imprensa, Apolinário negou a aprovação do grupo. A cidade de Bom Princípio do Piauí está situada a 84 km de Parnaíba e possui 5.304 habitantes. Este é o segundo mandato de Francisco Apolinário, após o mesmo ter sido reeleito no último dia 02 de outubro.

Por Gleitowney Miranda

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...