12 de jan de 2017

Governador W. Dias planeja implantar governo paralelo em Parnaíba e afrontará Mão Santa na sucessão de 2018

Mão Santa cumprimenta gari (Reprodução/blog Sim Notícias)

O governador Wellington Dias (PT) pretende implantar um governo paralelo na cidade de Parnaíba. A cidade é administrada pelo seu arquirival Francisco Moraes Souza, o Mão Santa. O petista entende que para viabilizar o quadro eleitoral com vistas a 2016 naquele importante colégio do estado é preciso praticamente implantar um 2º palácio de karnak na região. O objetivo é rivalizar pessoalmente com Mão Santa na cidade que ele governa.

O chefe do governo pretende comparecer pessoalmente pelo menos duas ou três vezes por mês para fazer discursos sobre projetos, anúncios de obras, plantas, lançamentos de grandes ações rodoviárias. Quer também comparecer a eventos escolares em parcerias com sindicatos, associações e outras organizações não governamentais – sem discursando e falando em nome de Deus, da família e do suposto golpe de que seu partido foi vítima, numa tentativa de associar o atual prefeito parnaibano com “os golpistas.”

Não pretende, contudo, ser agressivo. Outros serão em seu lugar. Ele já está articulando provável empresa para fazer voos regulares para a região litorânea a fim de fortalecer o turismo. A prefeitura será comunicada apenas numa formalidade solene, mas sem qualquer antecipação, como faz com todo e qualquer adversário, apenas para ser educado – e formal. Enfatize-se que o governador está no cargo hoje por causa exatamente de Mão Santa que, quando foi cassado, fez sua campanha de forma paralela associando-se, para o senado, com o petista Roberto John, enquanto desprezava os candidatos de seu partido a governador, professor Jhônatas Nunes, e a senador, professor Carlos Lôbo.

(Toni Rodrigues)

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...