28 de fev de 2017

Mão Santa diz que Parnaíba tem o melhor Carnaval

O Prefeito Mão Santa acompanhou de perto a festa carnavalesca que aconteceu na avenida São Sebastião em Parnaíba. Três escolas participaram da disputa e cada uma trouxe um tema específico, para Mão Santa a grande quantidade de pessoas no local, demonstra que seu governo tem credibilidade e que os parnaibanos estavam esperando esse momento de alegria. Para Mão Santa as três escolas mereciam ganhar e que o carnaval de Parnaíba perdia apenas para o do Rio de Janeiro.
A campeã deste ano de 2017 foi a escola Império do Cais que trouxe como tema a história do escritor Assis Brasil que foi representado pelo médico Darllan Barros.
Fonte: 180 Graus | Edição: SIM NOTICIAS

'Não acredito na possibilidade do PP ficar com o PT', diz Wilson Martins

O ex-governador Wilson Martins (PSB) está apostando na união das oposições para derrotar o governador Wellington Dias (PT) em 2018. Antigo aliado do petista, chegando a ocupar o cargo de vice, Wilson Martins acredita que há um cansaço na gestão do PT no Piauí como também no Brasil inteiro. “O Wellington está sobrevivendo de um projeto que fizemos”, declarou em entrevista ao Cidadeverde.com.
Derrotado nas eleições para o Senado em 2014, Wilson prefere não arriscar um nome para enfrentar o petista em 2018. Mas defende a união de todos que estão na oposição. “Estamos defendendo não falar em nomes e juntar a oposição. Vamos ter na história do PT do Piauí, uma das eleições mais disputadas e as oposições entram aí com a possibilidade real de vencer as eleições”, declarou.
Se dedicando totalmente à medicina atualmente, o ex-governador fala ainda do crescimento do PP no Estado e das investidas de Ciro Nogueira para tirar líderes do seu partido, inclusive oferecendo cargos. "O PP fez uma pressão muito grande em cima dos nossos correligionários", declarou.
Confira a entrevista:
Como está a sua vida profissional após ter se afastado do cargo de governador?
Wilson Martins - Retomei minha profissão para qual eu me preparei ao longo de toda a minha vida, a Medicina, e estou na ativa, trabalhando de segunda a sexta-feira pela manhã. Depois de sair do governo, fui fazer uma reciclagem, visitar vários países e também outros estados do Brasil para se reinserir, já que há seis anos tinha me afastado da profissão de neurologista e neurocirurgião. Estou aproveitando o momento vago para as atividades político-partidárias. Estou na presidência do partido no Estado, e também sou secretário da Executiva nacional, em Brasília.
Qual o panorama do PSB no Estado e quais têm sido os trabalhos e as estratégias que estão sendo desenvolvidas atualmente?
O partido já foi o maior do Estado, chegamos ao governo em 2006, e isso abriu uma perspectiva significativa do poder e fomos eleitos vice-governador e depois governador e depois reeleitos. Hoje estamos do outro lado, sem governo estadual e sem o federal. Montamos uma estratégia de nos reunir semanalmente com lideranças, criamos data fixa de reunião ampliada, todas as segundas-feiras, às 18h, e nos reunimos lá para discutir política, criamos o Café com Política. Com isso, conseguimos juntar deputados estaduais e federais, entre 40 e 70 pessoas, para discutir temas importantes. Isso foi importante porque mantivemos a alma do partido viva, o que permitiu que não nos isolássemos, mesmo tendo perdido a eleição para o Senado, que foi a vaga majoritária que havia sido disputada pelo partido aqui no Piauí. Estamos ouvindo não só a opinião interna do partido como também, a de outros partidos, nessa necessidade que a gente tem, nesse contexto, de reorganizar a oposição do Piauí. Assim, conseguimos manter, através dessas reuniões, da visita aos municípios, de atender permanentemente aos anseios dos que nos procuram e o partido sobreviveu de forma absolutamente segura.
Fomos para as eleições municipais e o PP fez uma pressão muito grande em cima dos nossos correligionários, oferecendo benesses do próprio governo em troca de convênios e cargos. O PP do senador Ciro se fortaleceu pela força nacional, então como eles neste momento apresentam uma perspectiva de poder muito maior do que nós, os fracos, aqueles que estiveram conosco porque tinham interesse em perspectiva de governo, evidentemente saíram, não foram muitos e o partido conseguiu eleger 34 prefeitos, 30 vices, 250 vereadores e se firmou dentre as três maiores forças do Piauí, é o 3º em nível de prefeitos, bem próximo do 1º e do 2º, é o maior em vices, então temos a 1ª ou 2ª maior força política em 65 municípios do Estado. E, além disso, foi o que elegeu mais vereadores, empatando com PP e PMDB. No balanço geral, nós ficamos como o partido que embora esteja na oposição em nível nacional e estadual, sob pressão dos adversários, se firmou como uma das maiores forças políticas do Estado.
O senhor falou em reorganizar a oposição no Piauí? Como isso está sendo vislumbrando pelo partido? O senhor acredita em uma oposição forte para 2018?
O Estado é muito politizado, as pessoas gostam da política, de conversar, de participar dos atos, e aqui nunca teve oposição fraca. Nunca perdeu uma eleição com menos de 30 a 35% dos votos. Então é muito voto por mais fraca que seja a oposição.
O governador está a qualquer custo querendo se reeleger a governador. Enquanto o mundo está pegando fogo com uma dificuldade tremenda, ele está loteando o governo para os partidos políticos, criando mais secretarias. Já são 14 deputados somando os suplentes que foram convocados. É uma coisa que cansa, isso cansa. Governar é uma missão que você deve governar uma vez e talvez uma segunda vez, mas 16? Então há um cansaço na gestão do PT no Piauí como há no Brasil inteiro. Na ultima eleição com a Dilma tendo 83% dos votos no Piauí, Wellington sendo eleito no segundo, mas foi só no Piauí e no Acre, que são pequenos relativamente, em peso eleitoral. Há uma vontade do povo natural não só por conta do governador, mas por conta de renovação.
Qual a novidade que o governador está fazendo no Piauí? 
Qual foi a obra importante que ele trouxe para o Piauí? Ele está fazendo um empréstimo atrás do outro, atrasando salários, compromissos. Há um cansaço com um governo que não tem nenhum projeto. Em dois anos com a Dilma, ele não tem uma obra importante. O Wellington está sobrevivendo de um projeto que fizemos. Planejamos o Piauí a curto médio e longo prazo. Deixamos um projeto aprovado no Banco Mundial, de R$ 1 bilhão e ele recebeu e já torrou esse dinheiro, que era para ser aplicado ao longo da gestão em desenvolvimento, meio ambiente, saúde, educação, infra-estrutura e agricultura familiar e já tomando não sei mais quantos empréstimos. Há uma quantidade enorme de projetos e obra que deixamos em andamento e que o governador não tem dado conta nem de concluir os investimentos. Por exemplo, Rodoanel de Teresina, que deixamos o dinheiro, 80% da obra realizada e ele não deu conta de concluir mesmo com o dinheiro na conta. A duplicação das BRs. O governador perdeu a palavra. Maternidade, Centro de Convenções, Transcerrados. As propagandas do governo são falsas, são bonitas, mas são falsas. O povo já está desesperançoso com essa questão.

"Eu não acredito na possibilidade de o PP ficar com o PT, porque não tem sentido, são absolutamente antagônicos". Wilson Martins, ex-governador do Piauí

E a sua relação com Wellington? Existe algum sentimento de mágoa?
O Wellington é uma pessoa boníssima. Tenho apreço muito grande por ele, convivi com ele durante muito tempo. Fui secretário de Saúde de Teresina, em 93 e ele era vereador, e na oposição, e nos entendemos muito bem e fizemos uma boa parceria. Ele foi candidato a deputado estadual e eu também, ele em um partido e eu em outro. Fomos eleitos juntos e fomos deputados juntos de 95 a 98, quando ele saiu para ser deputado federal, já em uma coligação com a gente na época, e depois os caminhos terminaram se cruzando e fui ser secretário dele, e fui vice-governador e governador, ajudando ele também a se eleger senador. E lá na frente o destino nos separou novamente, porque um grande amigo que era presidente do partido da gente, que queria ser candidato a presidente da República, renunciou ao mandato, o Eduardo Campos, e o PT chutou todos nós que tínhamos ajudado a eleger a presidente Dilma e afastou todos nós do governo. Eu era governador aqui e houve esse afastamento por conta do alinhamento nacional. Se não fosse isso provavelmente nos teríamos seguido juntos porque temos uma boa relação, tenho um carinho muito grande por ele, o respeito muito. Já disse isso para ele e vou dizer sempre que precisar; 'Olha, gosto muito de você, mas sai daí, Wellington, não está mais na hora de você ser governador, você vai tentar e não vai ter sucesso'. O governador tem tido muita sorte, tem pegado muita 'ola' favorável a ele. Você ser candidato, com seu candidato a presidente tendo tido 83% de votos é muito favorável. E foi onde perdemos a eleição para o Senado, porque se votou no time, na chapa, e aí levaram o Elmano e criaram uma figura de marketing de velhinho trabalhador, também mentindo, e pelo menos até agora não está trabalhando nada. Do trabalho que está sendo feito pelos senadores, você pode elogiar o do Ciro Nogueira, que apesar das dificuldades que vive neste momento, mas é um líder nacional, e tem, através desse prestígio, trazido muitos recursos para o Piauí. Os outros não fazem nada.
O Wellington teve muita sorte e eu acho que a 'ola', pelo menos a princípio, não vem favorável a ele. Você vê um conjunto de dificuldades e o governador loteando o governo, dividindo a previdência sem necessidade. Vai dividir a Secretaria de Saúde em duas, a secretaria em si e outra de administração dos hospitais, pra que? Os hospitais hoje são municipalizados e a regionalização faz parte do contexto da regulação, que é feita pela Secretaria de Saúde. Isso é maluquice, é apelação, de em um momento que deve conter despesas, você aumentá-las. Eu vejo isso como um fato negativo. Não existem fatos positivos no governo Wellington Dias que a gente possa aplaudir. Respeito ele como cidadão, amigo, é um bom amigo, gosto muito dele e tenho um apreço muito grande por ele, mas politicamente tenho o direito de colocar o dedo onde acho que não está indo certo.
O senhor tem pretensões de se candidatar a um cargo majoritário em 2018?
Nós temos dito que o PSB, pelo tamanho e história dele, marchando junto com as oposições, será contemplado com umas das vagas na chapa majoritária. Não dá para se formar uma chapa na oposição sem o PSB, porque os partidos que estão na oposição, se o PT está do lado de lá e é o maior e se o PP ficar do lado de cá, somos o segundo maior partido. Então estamos defendendo não falar em nomes e juntar a oposição com o João Vicente Claudino. Tem eu no PSB, e o PSB tem muitos nomes que poderão ocupar essa vaga majoritária, como o Átila Lira, o Heráclito Fortes, o Rodrigo Martins, o Wilson Brandão, o Gustavo Neiva, porque é um partido que tem muitas lideranças. Você tem uma liderança que tem feito uma oposição ferrada ao governo, que é o Robert Rios, que tem toda condição de fazer parte da chapa nesse contexto. Aí temos ainda o ex-governador Zé Filho e o prefeito Mão Santa.
Eu não acredito na possibilidade de o PP ficar com o PT, porque não tem sentido, são absolutamente antagônicos. Eles ficaram no mesmo palanque nas eleições de 2014 por uma circunstância, já que estavam todos apoiando a Dilma. O Ciro era muito forte no governo da Dilma, o seu partido também, mas o PP foi o responsável direto pela queda da Dilma. Há um ódio do pessoal do PT pelo Ciro e Iracema Portela, que aonde eles chegam são xingados de golpistas pela militância do PT. Então no próximo ano você vai ver que há uma possibilidade de não estarem mais juntos e aí o PP se soma ao PSDB. O prefeito Firmino Filho já anunciou que vai ficar junto com o Ciro, e a oposição, sem sombra de dúvida, se fortalecerá muito, mas independente da vinda do Ciro, o PSDB, que é um partido forte, não tem condições de ficar junto com o PT. Então vamos ter na história do PT do Piauí, uma das eleições mais disputadas e as oposições entram aí com a possibilidade real de vencer as eleições.
Há convite para que o João Vicente Claudino ingresse no PSB?
Há, mas só por uma questão de cortesia, porque por uma estratégia, tanto eu como o João sabemos disso, é melhor que ele esteja em outro partido. Na política você tem que ter não só os nomes, mas os partidos, partidos sólidos com tempo de televisão, com recursos do Fundo partidário, enfim, é muito mais negócio ele ficar em outro partido.
Mas se o partido assim decidir o senhor será candidato?
Não é bem assim, porque para você ser candidato, é preciso haver as pesquisas de opinião. Porque você pode até ser um bom companheiro, mas não está pontuando nas pesquisas. Depende do momento, se tiver que ser meu nome, e for esse o apelo para somar, será o meu nome, sem haver dificuldade. A diferença é que não vamos brigar por isso. Eu já briguei porque queria ser senador, governador do Piauí, como fui, graças a Deus, porque naquele momento era importante, mas agora estou muito feliz, satisfeito.

Por Lyza Freitas
redacao@cidadeverde.com

Secretaria de Esportes realiza I Circuito de Voleibol Masculino e Feminino da Pedra do Sal

Desde o último final de semana acontece na Praia da Pedra do Sal, em Parnaíba, PI, torneios de vôlei nas categorias feminino e masculino. O evento é realizado pela Secretaria Municipal de Esportes e Lazer, com suporte de Arnaldo Bessa e apoio da Prefeitura de Parnaíba. A secretária de Infraestrutura, Maria das Graças Nunes, também esteve no início do torneio prestigiando a atração esportiva.


Pelo I Circuito de Voleibol Feminino, a dupla Ranierica Batista e Ana Paula venceu as adversárias Rosimar e Emanuelly por 2 X 0 e garantiu vaga na grande final contra Bruna Lins e Paula de Oliveira que também venceram a dupla Rosimar e Emanuelly. Já Pelo I Circuito de Voleibol Masculino, as semifinais terão a primeira disputa entre Carlos Eduardo e Vitor contra Valvir e Alex. Na outra semifinal jogarão Anderson Pires e Kaique contra André Nascimento e Gastão. 


As finais tiveram início na manhã desta terça-feira (28), na entrada da Praia da Pedra do Sal. Os banhistas contam ainda com atração da Banda Municipal Simplício Dias da Silva, que todos os dias têm levado animação para a praia neste Carnaval.

Veja abaixo mais fotos do torneio:







 Ascom / PMP, com fotos de José Neto e Jonys PHB

Café & Cia - Os melhores lanches em dois endereços

Resultado de imagem para BLOGDOPESSOA CAFÉ CIA

Homem preso sob acusação de estuprar a própria esposa é absolvido pela justiça em Cocal

Após quase 08 (oito) meses reclusos à disposição da justiça na penitenciária Mista de Parnaíba, acusado de praticar os crimes de estupro, ameaça e injúria contra uma mulher na qual tinha um convívio marital há 45 dias, o autônomo Leonardo Júnio Pereira Borges, de 29 anos foi absolvido por falta de provas. Ele foi preso pela Policia Militar no dia 26 de abril de 2016, em Cocal, município localizado na região Norte do Estado do Piauí. 



A materialidade e autoria dos delitos não ficaram devidamente comprovadas nos autos pelas provas que foram produzidas. Os depoimentos contraditórios da vitima prestados na delegacia e perante a oitiva realizada no fórum fez surgir dúvida sobre a veracidade de suas acusações contra o réu. 

Na foto: Leonardo Júnio Pereira Borges, de 29 anos
Outro fator que contribuiu para a absolvição do acusado é que a única testemunha de acusação é prima e amiga da vitima. Ela só tomou conhecimento dos fatos única e exclusivamente por confidencias da própria suposta vitima, não havendo outros elementos que possam comprovar, sem sombra de dúvida, a relação sexual forçada e as ameaças sofridas pela vitima, suas declarações perderam força para um juízo valorativo de condenação. 

A decisão emitida no dia 15 de dezembro de 2016 é do magistrado Dr. Carlos Augusto Arantes Júnior, juiz titular da Comarca de Cocal. O próprio representante do Ministério Público, Dr. Francisco Túlio Ciarlini Mendes, nas alegações finais e em consonância com o pedido da defesa, requereu pela a absolvição do acusado, por não ter sido comprovada a autoria e a materialidade dos delitos, com base no principio 'in dubio' pro réu. 

O que é princípio do in dúbio pro réu: É a consagração da presunção da inocência e destina-se a não permitir que o agente possa ser considerado culpado de algum delito enquanto restar dúvida sobre a sua inocência. Alguns doutrinadores entendem que a norma apenas se refere às provas incriminadoras e não quanto à interpretação da lei. Entretanto, em casos em que as técnicas de interpretação da norma não conseguem coaduná-la com o fato concreto, por extensão, considerado este princípio, não restará outro caminho para o juiz senão acolher a interpretação que possa ser mais benéfica ao acusado.

Fonte: Blog do Coveiro 

Hospital Nossa Senhora de Fátima atende com o Dr. Tarso Mazivieiro


Banda Municipal é destaque neste carnaval: Um pouco de sua história


 A Banda Municipal de Parnaíba, intitulada de Simplício Dias, surgiu em 1886, e com a Lei Ordinária nº 2383 de 14 de setembro de 2007, passou a ser considerada como Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural. Em suas várias composições é detentora de uma trajetória marcada pela atuação de grandes profissionais da música parnaibana, sendo registrada como a mais antiga banda marcial do Piauí. Mantida pela Prefeitura de Parnaíba, que arca com os salários de 28 de seus integrantes, fardamento, manutenção de instrumentos e logística de atuação, ainda assim, enfrenta desafios por não possuir ônibus próprio para locomoção em suas apresentações e alojamento, que possibilitasse até mesmo seus integrantes a oferecerem cursos à população com vista à formação de novos talentos. À época do seu surgimento, tinha como maestro o músico clarinetista e compositor Pedro José Braga. Ele também era mestre de obras e manteve a banda até 1918, quando o administrador público Nestor Gomes Veras adquiriu mediante compra os instrumentos do maestro.
Estava institucionalizada a ``Banda de Música Municipal de Parnaiba - Pi``. Em 1917 o Interventor Nestor Veras autorizou a construção do Largo da Matriz (hoje Praça da Graça) e neste mandou erigir um coreto onde a Banda passou a fazer retretas para animar a população nos fins de semana. Ao longo de sua história a banda teve ainda como regentes Almir Araújo e Francisco de Assis Aguiar (Mestre Zullite). Hoje a banda tem um quadro composto de 28 músicos e está presente no cotidiano da cidade, sendo vista com freqüência nas mais diversas solenidades cívicas e culturais.
FONTE DE PESQUISA: ``A Banda Municipal de Parnaíba`` Um patrimônio histórico e cultural. Livro editado em 2007 por Mauro Junior R. Sousa, via blog maestrorochasousa.blogspot.com.br

Fonte: Postado por:Portalphb.com.br
Foto: Walter Fontenele
Edição: Walter F. Fontenele/PortalPhb

PAX UNIÃO INFORMA - NOTA DE FALECIMENTO


PAX UNIÃO - A      nas Horas Difícieis 

A PAX UNIÃO, em nome da família enlutada, cumpre o seu doloroso dever de comunicar o falecimento do Sr. Leonildo dos Santos de Oliveira, 61 anos de idade, falecido hoje em Teresina (27.02.2017), o corpo foi trasladado a Parnaíba onde está sendo velado no SALÃO DE VELÓRIO DA PAX UNIÃO.
.
                A PAX UNIÃO, em nome da família enlutada agradece a todos que comparecerem a este ato de fé e piedade cristã.
                              
               
               Floricultura Violeta
Informou a Pax União.
               
               

                Parnaíba – PI, 28 de fevereiro de 2017.

Moradores encontram corpo na BR 402 já perto da cidade de Cajueiro da Praia

Nesta segunda-feira (27/02) o corpo de um jovem de 22 anos foi encontrado na BR-402, próximo à rotatória que da acesso ao município de Cajueiro da Praia, no litoral do Piauí.
A Polícia Militar foi informada do incidente através do 190. A vítima seria natural da cidade de Parnaíba e residia na localidade Camurupim, na cidade de Luis Correia.
Ele foi encontrado por populares. A causa da morte teria sido provocada por um acidente, mas a polícia não tem detalhes.
Fonte: Com informações do Portal do Catita

Faz show logo mais no litoral piauiense - Aeronave que levava banda 'Aviões' para Bahia faz pouso de emergência

16836271_1370168453020006_7540841492856700459_o.jpg

banda Aviões do Forró cancelou o show que faria nesta segunda-feira (27/02) em Salvador após passar um susto no ar. A aeronave que levava os cantores Xand e Solange Almeida, e os demais integrantes da banda, precisou fazer um pouso de emergência em Marceió após uma pane em um dos motores.
"Informamos que hoje, durante o trajeto aéreo privado da banda de Recife para Salvador, houve um problema técnico em uma das turbinas da aeronave, que precisou fazer um pouso de emergência em Maceió. Todos passam bem. Lamentamos o ocorrido e o cancelamento do show desta noite em Salvador, na Bahia. Agradecemos o carinho e a compreensão de todos", diz um comunicado postado nos perfis da banda nas redes sociais.
Solange Almeida também comentou sobre o incidente em seu Instagram. “Estavamos de avião fretado para esta maratona dos shows, e quando estávamos no alto, passando próximo a Maceió, eu ouvi um estralo, e [vi] um clarão no motor, do lado direito da aeronave, que era onde eu tava sentada com Edson”, conta.
Ela segue o relato dizendo ter pensado que fosse um raio, mas logo em seguida foram avisados de seria necessário fazer um pouso de emergência.
“Por mais que tá tudo bem, a gente não fica bem né, passa um filme na cabeça, a gente lembra de tudo, dos filhos (...) Ficou todo mundo orando. (...) todo mundo desesperado, alguns chorando”, disse.
E pedindo desculpas aos organizadores do show em Salvador e aos fã, a cantora dizia emocionada que “ninguém tem condição emocional de entrar no avião”. Esta seria a última apresentação da banda com Solange Almeida ainda fazendo parte do Aviões. Ela seguirá após o carnaval em carreira solo.
Logo mais, no Euphoria Barramares, em Luís Correia-PI, o grupo se apresenta na despedida oficial de Solange.

Fonte: 180graus

Niver da querida Emília Couto nos seus 80 anos com muita energia

Aniversário da nossa madrinha Emília. 80 anos bem vividos, uma festa perfeita, somente alegria, comemorada entre amigos, primos, netos e parentada.

Emília e o primo Paulo Fontenele 





OFERTA IMPERDÍVEL - VENDA DE RESTAURANTE EM PARNAÍBA


O restaurante à venda, está localizado em um excelente ponto comercial, no coração do centro de Parnaíba, na Praça da Graça, ao lado da CAIXA, com várias empresas e um fluxo privilegiado de pessoas.
Contamos com uma clientela fiel e consistente. Nossos pratos partem do tradicional arrumadinho até os famosos pratos executivos. Servimos uma média de 120 refeições diárias e também café da manhã e lanches na parte da tarde.
Atualmente, funcionando com 4 funcionários.

Motivo da venda: Mudança para outra cidade.

OBS: 

*Aluguel de baixo custo, direto com a imobiliária.

*Energia de baixo custo.

*Água isenta.

Nosso negócio tem um diferencial muito importante com relação à concorrência. Temos um ambiente muito agradável e com um padrão arquitetônico planejado para um modelo de franquia, com uma grande harmonização interna e externa, gerando uma grande credibilidade com todos os clientes. 

VALORES e NEGOCIAÇÃO pelos telefones whatsap: (86) 998000802 ou (86) 999114714

DISPENSAMOS CURIOSOS. FAVOR, APENAS INTERESSADOS.

Justiça confisca dinheiro e veículos de réu condenado por tráfico de drogas em Cocal


Foto divulgação: Polícia Civil de Cocal
O magistrado Dr. Carlos Augusto Arantes Júnior proferiu sentença condenatória em desfavor de Rogério dos Santos Costa, de 31 anos, preso na operação policial denominada Lagoa de Pedra I, deflagrada no dia 21 de janeiro de 2015 em Cocal, município localizado na região Norte do Estado do Piauí (CLIQUE AQUI E REVEJA). A decisão foi tomada no dia 17 de fevereiro, mas publicada no site de consulta pública de processos (Themis Web), quatro dias depois. Cabe recurso.

O réu foi condenado a uma pena de 06 (seis) anos de reclusão a ser cumprida inicialmente em regime semiaberto na Colônia Agrícola Penal Major Cesar Oliveira e ao pagamento de 625 (seiscentos e vinte e cinco) dias-multa e as custas processuais. Rogério encontra-se em liberdade por este processo, devendo assim permanecer até decisão judicial contrária.

A justiça ainda decretou ao sentenciado a perda de seus bens apreendidos durante a ação policial, pelo fato do mesmo não ter provado a origem licita do referido patrimônio. 



Os pertences confiscados de Rogério trata-se de dois veículos, uma moto Honda Fan 125cc, de cor preta e um automóvel modelo Gol, de cor branca, que foram judicialmente designados para o uso exclusivo da polícia e o montante de R$ 1.892,00 (um mil, oitocentos e noventa e dois reais) destinados em favor da União.

Fonte: Blog do Coveiro

Toureiro Caça & Pesca, Visite Nossa Loja

Idoso morre depois de cair de bicicleta no bairro São Vicente de Paula em Parnaíba

Um senhor identificado como Pedro Ribeiro de Souza, de 57 anos, morreu depois de cair de uma bicicleta, na tarde de ontem segunda-feira (27), na Rua Fausto Basto no Bairro São Vicente de Paula, em Parnaíba.
Segundo informações, o idoso seguia em uma bicicleta por cima de uma calçada, quando o mesmo perdeu o equilíbrio, vindo a cair da bicicleta.


O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) esteve no local e constatou o óbito do homem.
A Polícia Militar juntamente com perícia técnica estiveram no local para trabalhos de praxe. O corpo da vítima foi encaminhado para o Posto Avançado Instituto Médico Legal (IML) e depois liberado a família.

Turistas curtem atrações no Porto das Barcas

O Carnaval deste ano organizado pela Prefeitura de Parnaíba oferece atrativos para os mais variados gostos e estilos. Muitos turistas têm escolhido as noitadas do Porto das Barcas para curtir uma boa música às margens do rio Igaraçu. No palco Carlos Araken, a curtição fica por conta das bandas Frevo & Cia e Black Tie. Tudo tem corrido tranquilamente, sendo que batalhões da Polícia Militar montam plantão todas as noites, garantindo a segurança. 
Turistas registram momento ao lado da banda Frevo & Cia


O professor universitário Augusto Figueiredo veio de Floriano, PI e disse que ficou encantado com o clima agradável do local. “Já tinha vindo a Parnaíba outras vezes, mas sempre ficava somente nas praias. É a primeira vez que demos uma esticada até o Porto das Barcas e estamos adorando”, afirmou.
                                           
Equipes da limpeza pública municipal se revezam a fim de que o ambiente para os frequentadores seja o mais agradável possível. De acordo com o fiscal de limpeza Claudemir Marques, o trabalho é feito antes, durante e depois dos shows.

“Quando termina a apresentação das bandas voltamos novamente com a equipe e fazemos uma faxina geral para quando amanhecer o dia já estar tudo em ordem”, finaliza.
No final da tarde de hoje, equipes da limpeza pública deram uma geral no local
Ascom / PMP
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...