11 de ago de 2017

Gerente da Agespisa admite que problema no esgoto na Av. Padre Raimundo Vieira fugiu do controle


O gerente regional da Companhia de Águas e Esgotos do Piauí (Agespisa), Cirilo Vieira, esteve na noite desta quinta-feira (10) na Câmara Municipal de Parnaíba, onde prestou um relatório e explicações para os parlamentares sobre a morosidade na obra do esgoto no cruzamento da Avenida Padre Raimundo José Vieira com a Armando Burlamaqui, no bairro de Fátima. A ida de Vieira foi solicitada pelo vereador Carlson Pessoa (PPS), que já esteve no local várias vezes a pedido dos moradores que não aguentam mais os inúmeros transtornos que se geraram em torno do problema.


Iniciado no início de junho, os trabalhos já duram dois meses e agora a Agespisa contratará uma empresa de Fortaleza, especializada no assunto, para dar prosseguimento aos reparos. Questionado por Carlson sobre os motivos da obra se arrastar há tanto tempo, o gerente da Agespisa admitiu que a situação acabou saindo do controle devido a problemas sequenciais que foram surgindo a partir da abertura do esgoto.


“Como ali perto tem uma galeria pluvial do Mercado de Fátima, acabou ocorrendo um vazamento. Depois um piso cedeu e outros problemas foram surgindo e ganhando novas proporções, impedindo que cumpríssemos o prazo de término da obra”, explicou Vieira. Ainda de acordo com ele, será feito um contrato permanente para que a empresa cearense fique na cidade tocando outras obras da Companhia. A empresa deverá chegar em Parnaíba no dia 21 de agosto para resolver o problema do esgoto na Avenida Padre Raimundo Vieira.
Por Luzia Paula / Ascom



Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...