4 de jul de 2017

Corte no salário: Médicos do estado paralisam atividades em todo Piauí

Médicos da rede estadual de Saúde iniciaram uma paralisação em protesto contra cortes nos salários, após a implantação do ponto eletrônico.

A partir desta terça-feira (04), o atendimento médico para consulta e exames está suspenso em todos os hospitais do Estado e só deve ser retomado na sexta (07), pois a paralisação segue até quinta (06). 
Samuel Rêgo, presidente do Sindicato dos Médicos do Estado do Piauí (Simepi), relata que teve corte salarial de 10 dias de trabalho, o que corresponde a cerca de 1/3 da remuneração. Em entrevista ao Notícia da Manhã, ele criticou as condições de trabalho dos profissionais de Saúde.
"As condições em que o médico trabalha na Saúde Pública são extremamente insalubres e adversas. Se a Superintendência do Trabalho fiscalizasse órgãos públicos, todos os hospitais estariam fechados. Para completar, além de trabalharmos sobrecarregados, sem material e sem estrutura, praticamente dando o sangue para Saúde Pública do Estado, vem o secretário de Administração cortar 10 dias de salário do médico que trabalhou", critica Rêgo.
Diante da situação, o presidente do Simepi declarou ainda que, a partir de agora, os médicos também vão suspender a participação em mutirões de Saúde.

Graciane Sousa/Cidade Verde 

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...