13 de jun de 2017

Supremo vai julgar prisão de Aécio Neves dia 20

A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) vai julgar no dia 20 o pedido de prisão do senador Aécio Neves (PSDB-MG). O colegiado, formado por cinco integrantes da corte, também vai examinar o recurso do parlamentar para retornar ao cargo, do qual foi afastado no dia 18 de maio.
O senador Tasso Jereissati, os governadores Geraldo Alckmin (SP), Marconi Perilo (GO), o ministro Bruno Araújo e o Prefeito João Dória (SP) durante reunião do partido em Brasília para decisão sobre permanência e apoio ao governo TemerTucanos negam que manutenção de apoio ao governo seja para proteger Aécio
Imagens mostram primo do senador Aécio Neves contando dinheiro na sede da JBSPolícia Federal flagra primo de Aécio recebendo propina da JBS
A Procuradoria-Geral da República (PGR) pediu no mês passado a prisão de Aécio, alternativamente, medidas cautelares. Para os investigadores, as providências eram necessárias para evitar que Aécio atrapalhasse as investigações. O relator da Lava-Jato, ministro Edson Fachin, recusou o pedido de prisão, mas determinou que ele fosse afastado do mandato, o proibiu de entrar em contato com outros investigados e também o impediu de deixar o país.
Inicialmente, Aécio era investigado no mesmo inquérito que apura condutas do presidente Michel Temer. Fachin determinou a divisão das investigações e mandou a parte de Aécio ser sorteada para outro ministro do STF. A tarefa foi repassada, no caso, para Marco Aurélio Mello. Ele decidiu levar à análise da Primeira Turma o recurso da PGR, pedindo novamente a prisão, e do Aécio, pedindo o mandato de volta.
Além de Marco Aurélio, integram o colegiado os ministros Luís Roberto Barroso, Rosa Weber, Luiz Fux e Alexandre de Moraes.
Fonte: O Globo

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...