21 de jun de 2017

Secretaria Municipal de Saúde rebate novas mentiras plantadas na imprensa local

                   Leonardo Correia - responsável pelo setor de odontologia

Recentemente saiu na imprensa de Parnaíba, a parte contrária a tudo do governo municipal, informações dando conta de que o Ministério da Saúde teria cortado recursos da Prefeitura de Parnaíba destinados à Secretaria Municipal de Saúde. Tal corte seria referente aos Programas Saúde da Família, Saúde Bucal e Agentes Comunitários de Saúde. Os boatos tentam jogar sombra ainda sobre a odontologia municipal. 

De acordo com a nota espalhada, o Conselho Regional de Odontologia teria interditado alguns consultórios odontológicos na cidade, após denúncia dos profissionais e que o Ministério da Saúde teria repassado ao município mais de R$ 36 milhões de reais.

Entretanto, diferentemente do alarde montado, o secretário municipal de Saúde, Valdir Aragão, é claro ao informar que não houve corte de recursos nos setores citados acima, nem tampouco confirma o repasse dos ditos 36 milhões de reais. Quanto à odontologia, nenhum consultório foi fechado. O Conselho de Odontologia esteve na cidade, no entanto, conforme explica o coordenador da Saúde responsável pela odontologia, Leonardo Correia, nenhum consultório foi interditado. “O Conselho pediu que fossem feitas adequações em alguns que apresentaram problemas, mas os 28 consultórios do município continuam dando atendimento normalmente”, ressaltou Correia.

Correia lembrou ainda que eles receberam o comando do município com todos os postos de saúde fechados e sem estrutura. As adaptações que estão sendo feitas são as mais diversas, desde a espessura do rejunte do piso até retirada de mofo. “Recebemos notificações em sete postos: Alto do Santa Maria, km 17, Sabiazal, Bairro Nossa Senhora do Carmo, São Sebastião, Santa Luzia e Broderville. As ordens de serviços já foram finalizadas e, em alguns postos, a reforma já está em andamento.

Em tempo: Para confirmar a má fé e a falta de profissionalismo na divulgação das inverdades, dava-se dizer que nenhum dos que fazem a imprensa contrária ao governo Mão Santa procurou quem quer que fosse da Secretaria da Saúde, para ouvir o outro lado.

(Sup. de Comunicação-PMP)

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...