1 de mai de 2017

Homem agride mulher e tenta lesionar com facão socorristas do Samu

O que é para ser um trabalho digno de louvor se transformou em um verdadeiro pesadelo para dois socorristas que atuam no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Cocal, região Norte do Estado do Piauí. Responsáveis por salvar inúmeras vítimas, a dupla de socorristas, por pouco, não conseguiu salvar nem a si mesmos. Vítimas de agressões verbais e ameaçados com um facão durante o exercício da profissão na noite deste sábado (29/04), eles quase foram impedidos de realizar o atendimento a uma mulher que foi espancada pelo marido. O fato aconteceu em um estabelecimento comercial na localidade Capiberibe, zona rural do município, próximo ao antigo colégio Agrícola. 


O caso foi denunciado a Polícia Militar e a Guarda Municipal que se dirigiram ao local para atender a ocorrência e identificaram o agressor como sendo Francisco Ismael Gomes, vulgo "Papi", ex-reeducando da Colônia Agrícola Penal Major Cesar Oliveira, pelo crime de homicídio praticado na cidade de Sigefredo Pacheco no ano de 2006. 'Papi' cumpria a sua pena em regime semiaberto e não voltou ao estabelecimento prisional e acabou sendo recapturado pela polícia de Cocal no dia 04 de abria de 2015.

Primeiramente uma pessoa acionou o Samu relatando que uma mulher estava esfaqueada e perdendo muito sangue. Com a chegada dos socorristas, foi constatado que a vitima não estava esfaqueada, ocasião em que 'Papi' se sentiu incomodado, e armado com um facão passou a xingar a equipe de profissionais da saúde, inclusive, ameaçando a todo momento e tentando-lhes agredir fisicamente, fato impedido por alguns populares. 

Os agentes de segurança foram informados que o homem havia ingerido bebida alcoólica e estava alterado por conta da esposa ter dado um ponto final na relação. Inconformado por não aceitar o fim do relacionamento, ele agrediu fisicamente a mulher e passou a tentar lesionar com um facão a todos que passavam pela estrada. 

Ainda conforme a polícia, ao chegarem ao local do ocorrido, o agressor não mais se encontrava. Os moradores daquela localidade se reuniram e se armaram com pedaços de madeira e na sequência deram uma surra no valentão, que mesmo bastante lesionado conseguiu correr e se encontrava escondido na mata.

Fonte: Blog do Coveiro

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...