10 de mai de 2017

Governador Wellington do PT foi acender vela ao ex-presidente Lula em Curitiba

O governador Wellington Dias (PT) se juntou aos manifestantes pró-Lula em Curitiba. Hoje, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai prestar depoimento ao juiz Sérgio Moro na Justiça Federal. Wellington Dias conversou com os manifestantes, segurou uma vela em sinal de vigília e esteve ao lado dos senadores Lindberg Farias e Gleisi Hoffmann. A ex-presidente Dilma Rousseff também acompanhará o depoimento de Lula.
"Como cidadão e líder político estou aqui para defender mais do que o presidente Lula, me encontro também para lutar pela democracia, pelo respeito à Constituição e pela Lei", destacou o governador que ressalta que a viagem foi realizada em caráter particular.
A decisão da juíza Diele Zydak de proibir manifestações em Curitiba nesta terça e quarta-feira 10, quando ocorre o depoimento do ex-presidente Lula ao juiz Sergio Moro na cidade, parece só ter elevado o número de caravanas que chegam e barracas que começam a ser montadas na região.
A chamada 'Jornada de Lutas pela Democracia', que pede "Um Brasil Justo para Todos e para Lula", começou cedo, com um acampamento do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), aberto para manifestantes de todos os lugares do Brasil.
Cerca de 1.500 trabalhadores se concentram num ato na BR-277, no monumento criado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, onde, há 17 anos, o sem-terra Antônio Tavares Pereira foi morto pela Polícia Militar. 
O esquema especial de segurança foi montado pelo governo do Paraná para evitar confrontos entre manifestantes e outras intercorrências, prevê bloqueio em um raio de 150 metros em torno do prédio, e apenas jornalistas credenciados e moradores da região poderão passar pelos policiais. A Polícia Militar (PM) do estado vai cuidar da segurança nas ruas ao redor do prédio da Justiça Federal, que será monitorado pela Polícia Federal.
Os grupos favoráveis e contra o ex-presidente ficarão em pontos distintos da cidade. De acordo com o secretário estadual de Segurança, Wagner Mesquita, simpatizantes de Lula vão ficar na Rua XV de Novembro, e os que são contra, no Centro Cívico.
Fonte: Brasil 247 

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...