12 de mai de 2017

Começou nesta sexta a 3ª fase de saque do FGTS inativo

A terceira fase de saque do dinheiro depositado em contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) começa nesta sexta-feira (12). O terceiro lote é destinado a trabalhadores que nasceram em junho, julho e agosto e o dinheiro poderá ser retirado até o dia 31 de julho.
Cerca de 7,6 milhões de brasileiros têm direito ao saque neste terceiro mês. O valor disponível ultrapassa 10,8 bilhões de reais e equivale a 25% do total disponível.
Trabalhadores que têm conta poupança individual na Caixa (para a qual a transferência do dinheiro é automática, conforme decreto) ou são clientes do banco e autorizaram a transferência do dinheiro para sua conta corrente individual pelo site da Caixa receberão o crédito em suas contas no banco nesta sexta-feira, sem precisar ir até uma agência retirá-lo.
Quem não é cliente do banco poderá sacar os valores utilizando o Cartão Cidadão (utilizado também para sacar o seguro-desemprego e outros benefícios sociais) no autoatendimento, lotéricas e correspondentes Caixa Aqui, dependendo do valor que têm a receber.
Valores até 1.500 reais podem ser sacados nos caixas de autoatendimento do banco com a senha do Cartão Cidadão, enquanto saque de valores de até 3 mil reais pode ser realizado com a senha do Cartão do Cidadão no autoatendimento e também nas lotéricas e correspondentes Caixa.
O valor pago é referente a cada conta inativa. Se nenhuma das contas inativas tiverem um valor superior ao limite estipulado pelo canal de atendimento, o trabalhador poderá sacar quantas contas ele quiser nesse canal. Se o trabalhador tiver duas contas, e cada uma não tiver valor superior a 3 mil reais, por exemplo, poderá sacar as duas em uma lotérica.
A maioria dos trabalhadores – 95% – tem valor por conta de até 3 mil reais e poderão sacar diretamente com o Cartão do Cidadão em terminal de autoatendimento ou casa lotérica e correspondente Caixa Aqui.
Não é obrigatório ter o Cartão Cidadão para sacar o dinheiro depositado no fundo. Quem não tem o cartão deve retirar o dinheiro na boca do caixa da agência.
Como o tempo para o banco emitir o cartão é de até 30 dias, esperar para ter a comodidade pode não ser vantajoso para quem pode retirar o dinheiro a partir desta sexta. Quem já tem o cartão mas esqueceu a senha pode ligar no 0800 726 2017 e realizar um pré-desbloqueio de senha. Depois basta ir até uma lotérica ou agência da Caixa para que a senha seja liberada para uso no mesmo dia.
Os demais trabalhadores que não são clientes da Caixa e têm mais de 3 mil reais para receber deverão necessariamente sacar os recursos na boca do caixa das agências do banco por medida de segurança, mesmo que tenham o Cartão Cidadão.
É possível realizar o saque por meio de procuração registrada em cartório, caso o trabalhador esteja doente e tenha atestado de impossibilidade de locomoção.

Como a Caixa vai funcionar

Para atender os trabalhadores, as agências da Caixa funcionarão com horário estendido nesta sexta-feira (12) e na segunda (15) e terça (16), quando abrirão às 8h, ou seja, até duas horas antes do expediente. Nas regiões em que os bancos abrem às 9h, as agências da Caixa abrirão às 8h e terão o horário de atendimento prorrogado em 1h, até às 17h.
Mais de 1.800 agências em todo o país também ficarão abertas neste sábado (13), das 9h às 15h.
No sábado o atendimento será exclusivo para questões ligadas ao saque de contas inativas e será possível realizar o saque e transferir até 4.999,99 reais para outros bancos. Neste caso, o dinheiro deve cair na terça-feira pela manhã na conta do trabalhador. O trabalhador poderá ainda solucionar dúvidas, promover acertos de cadastro e emitir senha do Cartão Cidadão.
Já durante a semana o trabalhador poderá transferir qualquer valor para outro banco. Neste caso, o dinheiro cairá em sua conta no mesmo dia da operação.
Todos os clientes que estiverem na agência até o horário de encerramento do expediente durante o período de saque serão atendidos no mesmo dia.
Para facilitar o atendimento e evitar novas idas às agências, a Caixa recomenda aos trabalhadores que tenham sempre em mãos o documento de identificação e carteira de trabalho ou outro documento que comprove a rescisão de seu contrato. Para sacar valores acima de 10 mil reais a apresentação desses documentos é obrigatória.

Quem pode sacar

Tem direito ao saque todos os trabalhadores que encerraram um contrato de trabalho formal até 31 de dezembro de 2015, seja porque pediram demissão, foram demitidos por justa causa ou foram demitidos sem justa causa e optaram por não sacar o dinheiro naquele momento.
As regras de saque das contas ativas não sofreram mudanças. Ou seja, o trabalhador só poderá sacar o dinheiro do contrato de trabalho atual ou contratos iniciados após 31 de dezembro de 2015 nos casos de demissão sem justa causa, na compra da primeira casa própria ou na aposentadoria ou se pedir demissão ou ser demitido por justa causa e ficar três anos sem trabalhar com carteira assinada.
Fonte: Exame

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...