14 de mai de 2017

Adolescente lesiona agente de trânsito com soco no rosto após ter moto apreendida

Um agente do Departamento Municipal de Trânsito (DMTRANS), identificado como Roberto Alves dos Santos deu entrada no hospital de Cocal após ser lesionado com um violento soco no rosto desferido por um adolescente que teve a sua motocicleta apreendida pela Guarda Civil Municipal. O fato aconteceu na noite deste sábado (13/05), na sede do órgão, localizada no prédio da Estação, centro da cidade de Cocal, município da região Norte do Estado do Piauí.



Segundo relatos do agente Roberto, a Guarda Municipal apreendeu uma motocicleta Honda pop 100, de cor azul, equipada com um escapamento barulhento que era conduzida por um adolescente que trafegava de forma perigosa pondo em risco a sua própria integridade física e de terceiros em frente ao ginásio poliesportivo Gov. Mão Santa, centro da cidade, local onde acontecia uma festa em homenagem ao dia das mães. 

Ainda conforme a vitima, o rapaz apresentava sinais visíveis de embriaguez alcoólica e revoltado com a apreensão de seu veiculo se dirigiu a estação, local onde funciona a sede do DMTRANS e da Guarda Municipal. Alterado, o menor passou a promover baderna desferindo pedradas em direção aos que ali se encontravam, na qual resultou em um ferido e partes do imóvel, como janela e portas danificadas com a ação. 


O ex-coordenador do Departamento Municipal de Trânsito (DMTRANS), Wisglley Dougllas de Albuquerque, utilizou a sua conta da rede social Facebook para repudiar o ocorrido, na qual ele afirma em uma de suas publicações que após todo o acontecido, o atual coordenador do órgão entregou o veiculo de volta ao menor, que saiu do local como se nada tivesse acontecido. 


Uma internauta identificada como Flaviana Carvalho comentou a publicação de Wisglley Dougllas afirmando que antes do menor agredir o agente Roberto, ele foi trancafiado e agredido na sede da guarda pelos agentes. "Ele realmente fez coisa errada. Mas esqueceram de colocar na postagem a parte q antes dele reagir com violência o trancaram dentro da sede dos guardas e cobriram de porrada, se ninguém tivesse visto, teriam o agredido ate umas horas. Essa parte aí foi a reação dele depois q a mãe dele tomou conhecimento e chegou no local. Ele deveria sim ser detido e contido, sou a favor. Pra cada ação existe uma reação. Não sou a favor de violência, vamos ver as duas partes" diz a postagem.



O promotor de justiça, Francisco Túlio Ciarlini Mendes já tomou conhecimento de todo o episódio e informou em um grupo de Whatsapp das forças de segurança do município que o caso precisa ser apurado. O ocorrido será registrado na Delegacia de Policia Civil de Cocal nesta segunda-feira (15/05). 

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...