2 de fev de 2017

Vídeos mostram homem oferecendo droga na web e enviando por Correios



Vídeos mostram um homem oferecendo drogas por uma rede social e enviando os entorpecentes pelos Correios, em Goiânia(assista acima). Segundo a Polícia Federal, ele é um consultor financeiro de 32 anos, que foi preso na quarta-feira (1º) no momento em que tentava enviar sementes de maconhas em envelopes para vários estados do Brasil.
A corporação informou que ele já era monitorado desde dezembro e ia aos Correios semanalmente para enviar as drogas. Nas imagens de uma das câmeras de segurança da agência, ele aparece com diversos envelopes para serem despachados.
Por telefone, a assessoria de imprensa dos Correios informou que a Polícia Federal já faz um trabalho de investigação sobre o envio de drogas por correspondência e a empresa colabora com as investigações.
Toda a negociação era feita pela internet. De acordo com a polícia, ele chegou a criar um selo para identificar as sementes vendidas por ele. O preço dependia de acordo com a variedade da droga. Cada pacote tinha de 2 a 5 sementes e o preço vai de R$ 55 a R$ 180. “Ele diz que comprava o tablete de maconha e separava as sementes para vender. O que sobrava desse processo, ele fumava”, explicou o delegado Bruno Gama.
  •  
Homem é preso ao tentar enviar sementes de maconha pelos Correios em Goiânia, Goiás (Foto: Vitor Santana/G1)Homem foi preso ao tentar enviar sementes de maconha pelos Correios em Goiânia (Foto: Vitor Santana/G1)
Na internet, ele também publicava vídeos divulgando as variedades dos pés de maconha e falando sobre o crescimento delas. Ele também divulgava promoções, como a de aniversário. Nela, o cliente comprava um pacote e levava três.
Toda negociação era feita online e o pagamento, por transferências bancárias. “O remetente indicava nomes falsos, mas os destinatários tinham os endereços verdadeiros. Primeiro a pessoa depositava o valor na conta dele para depois encaminhar a semente para o destino final”, disse o delegado.
O homem vai responder por tráfico de drogas. A polícia ainda vai investigar os nomes e endereços que estavam nos envelopes. Os destinatários podem ser investigados por uso de drogas ou por tráfico, dependendo da finalidade para a qual compravam as sementes.
Página na internet negociava venda de sementes de maconha em Goiânia, Goiás (Foto: Reprodução/Facebook)Página na internet negociava venda de sementes de maconha (Foto: Reprodução/Facebook)

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...