25 de dez de 2016

PF grava empresário dizendo que está em negociação com governador do Piauí

Investigação da Polícia Federal do Maranhão intercepta dono de instituto falando sobre negociação com governador Wellington Dias.
Wellington Dias, governador do estado do Piauí
Um dos envolvidos no esquema fraudulento, que atuou no âmbito da Secretaria de Saúde do Maranhão no período de 2009 a 2014, pretendia expandir a teia criminosa para outros Estados.

Documento da Policia Federal obtido pelo Blog do Neto Ferreira mostra o empresário, acusado de integrar uma organização criminosa, afirmando que já tinha conversado – estava em negociação – com o governador do Piauí, Wellington Dias.

O antigo dono do Instituto de Cidadania e Natureza (ICN), José Inácio Guará, teve várias ligações grampeadas pela Polícia Federal, antes de falecer em São Paulo. Nas conversas, o empresário garantiu que, além de Wellington Dias, estava dialogando também com o governador do Espírito Santo, Paulo Hartug, com pessoas ligadas ao governo do Tocantins, com prefeitos de vários municípios do Rio de Janeiro, Amapá, Ceará e Maranhão.

Em um dos diálogos gravados, o antigo dono do ICN declara que já ganhou licitações de R$ 2 milhões na cidade de Maracanau, no estado do Ceará.

No relatório, a PF afirma que José Inácio negociou com uma fundação do Exército. “Verifica-se… o indivíduo que responde pelo nome de Murilo Albuquerque, conselheiro da suposta fundação, marca encontro entre Inácio e os coronéis do Exército Kelf e Paulo Roberto Costa e Silva para firmar parceria entre a Cruz Vermelha e a ICN do Maranhão”.
Fonte: Blog do Neto Ferreira
Edição: José Wilson | Jornal da Parnaíba

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...