28 de dez de 2016

Celetistas da saúde e diretor do Parnahyba tentam evitar último calote de Florentino

Trabalhadores correm contra o tempo para reaver seus pagamentos antes de o gestor entregar as chaves da Prefeitura.
Pressionado, David Soares garantiu aos servidores que o dinheiro será pago
Funcionários celetistas da área da saúda da Prefeitura de Parnaíba estão com o salário de dezembro atrasado e sem receber o 13°. Com medo de ficarem se receber, uma vez que faltam apenas três dias para o prefeito derrotado nas urnas Florentino Neto (PT), entregar o cargo, um grupo de trabalhadores foi hoje (28) para a Prefeitura tentar uma negociação. No entanto, a reunião marcada para as 9:00 com a secretária da Fazenda Juliana Veras, foi cancelada porque a gestora não apareceu.

Inconformados com a falta de informações por parte de todos os órgãos municipais, a equipe da saúde adotou a mesma medida tomada pelos professores e dirigiu-se para o Ministério do Trabalho e Emprego a fim de ajuizar uma ação contra o município. Quando já estavam de saída, o grupo se deparou com o atual secretário de Saúde David Soares. Questionado sobre os salários, apressadamente Soares disse que estava numa “verdadeira maratona junto a Secretaria da Fazenda para garantir o repasse do dinheiro para os servidores”. A categoria é composta por enfermeiros, técnicos, atendentes sociais, atendentes de regulação e dentistas.
Trabalhadores da saúde reclamam da falta de informações. Chega ao ponto de muitos deles nem conhecerem o secretário de Saúde
Natural de Teresina, a enfermeira Juliara Fernanda relatou a dificuldade de manter os compromissos básicos do dia a dia com a conta no vermelho. “Sou se outra cidade e tenho que pagar aluguel, energia, água, alimentação, transporte e sem receber meu salário, fico sem saber o que fazer. Essa situação é muito complicada. Precisamos de uma resposta do município”, ponderou. 

Parnahyba também não foi pago
Enquanto nossa equipe de reportagem permaneceu na recepção da Secretaria da Fazenda, as cobranças contra o município continuaram chegando. Encontramos na mesma situação o diretor do Parnahyba Sport Clube, Batista Filho, que informou a nossa reportagem que a entidade esportiva já está há cinco meses sem receber o repasse da Nota Fiscal Parnaibana. O valor está acumulado em 150 mil reais.
Presidente do Parnahyba, Batista Filho, está preocupado
com a apresentação do time na próxima segunda-feira
“Estamos esperando uma posição da secretária Juliana para sabermos quando o pagamento será feito. O Parnahyba foi contemplado novamente no mês de novembro com o prêmio da Nota Fiscal, mas nos causa estranheza o fato de a publicação ainda não ter sido divulgada no Diário Oficial. Precisamos de uma posição do município, pois assim não pode ficar”, disse Filho.

Com a sala já cheia, ainda chegou um representante da equipe de vacinação também requerendo uma audiência com a secretária Juliana, pois o dinheiro do grupo que trabalhou na campanha de vacinação não caiu na conta.
Funcionário que trabalhou na campanha de vacinação também quis saber
sobre o pagamento atrasado

Por: Denílson Freitas/Blog do Pessoa com informações e imagens de Luzia Paula.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...