24 de dez de 2016

Caso Filhos Do Governador: Juiz Sérgio Moro Repercute Matéria Do Portal AI5


Com 1 milhão 354 mil 599 seguidores, a fan page do juiz federal Sérgio Moro, que comanda as investigações da Operação Lava Jato, reproduziu e compartilhou denúncia do Portal AI5 que mostra os filhos do governador do Piauí, Wellington Dias, em viagem turística e luxuosa ao litoral do Estado, com tudo pago pelos cofres públicos.
O compartilhamento da denúncia na fan page do juiz foi feita na sexta-feira (23/12/2016), menos de 24 horas após a divulgação do caso, com documentos, no Portal AI5. Na manhã desse sábado (24), o compartilhamento da matéria na página de Sérgio Moro já chegava a 3.141, com 6,4 mil curtidas. Todos os comentários na página do magistrado depõe contra o comportamento adotado pelo Governo do Piauí.
A reportagem completa dos gastos foi feita na quinta-feira, dia 22, e na manhã deste sábado (24), já totalizava 225 mil 111 acessos somente na matéria do caso.
Entenda o caso
Os filhos de Wellington e Rejane Dias viajaram para o litoral do Piauí com todas as despesas pagas pelo Estado. A informação consta em uma série de documentos vazados para as redes sociais, aos quais o Portal AI5 teve acesso.
De acordo com os documentos do Gabinete Militar, a viagens realizadas em maio e junho de 2015, custaram mais de R$ 24.000 aos cofres públicos.
Constam nos documentos que no mês de maio o Gabinete Militar, órgão responsável por despesas básicas do governador, autorizou o pagamento do aluguel de um jatinho, no valor R$ 13.195,00, de 01 a 03 de maio, para uma viagem de Vinicius Dias ao litoral piauiense. Ainda de acordo com os documentos, na mesma data foi pago ainda, também pelo governo do Estado, a estadia de Vinicius na pousada BobZ, ao custo de R$ 4.072,00.
Já entre os dias quatro e sete de junho os três filhos de Wellington e Rejane se hospedaram na pousada Manati, no litoral piauiense, totalizando o valor de R$ 10.812,60, com direito a acompanhantes.
Vazamento
Há suspeitas de que esses documentos somente vieram a público devido a insatisfação de policiais militares com a PEC do ajuste fiscal em tramitação na Assembleia Legislativa.
Os militares, juntamente com policiais civis e agentes penitenciários, invadiram dependências da Assembleia Legislativa, depredaram alguns setores, em protesto ao projeto de lei encaminhado pelo governador Wellington Dias.
O Palácio de Karnak determinou apuração do caso, procurando identificar os autores do vazamento. Até o momento nenhuma autoridade do governo se manifestou sobre o fato.
O governador Wellington Dias deve chegar na manha dessa sexta-feira em Teresina, retornando de uma viagem de uma semana feita a países da Europa.
Em nota oficial
O coronel Denilson Marques, chefe do Gabinete Militar afirmou nesta quinta-feira (22) que houve má fé na divulgação de documentos, e que uma sindicância será aberta para investigar o vazamento que mostra o pagamento de viagens feitas pelos filhos de Wellington Dias (PT) ao litoral. De acordo com o coronel, os pagamentos foram dentro da legalidade e estão disponíveis no Portal da Transparência.
“O governador estava em uma viagem oficial, junto com sua família, o normal e o que está previsto na lei complementar 28/03 é que o gabinete é responsável pela segurança, deslocamento e hospedagem do governador do estado e de seus familiares, e assim foi feito”, afirmou.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...