25 de nov de 2016

Piauí é o 2º com maior aumento de mortes violentas de jovens, diz IBGE



O Piauí é o segundo Estado com os maiores aumentos de mortes violentas de jovens entre 15 e 24 anos por causas violentas (acidentes de trânsito, afogamentos, suicídios, homicídios, quedas acidentais). 


O levantamento está dentro da pesquisa Estatísticas do Registro Civil 2015 divulgada nesta quinta-feira (24) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
O ranking se repete tanto no levantamento entre homens (alta de 171,4%) como entre mulheres (71,4%). 
Nas mortes violentas de jovens homens, os dois maiores aumentos foram registrados em Sergipe (179,45%) e Piauí (171,4%). Já nas mortes entre mulheres, Amazonas (171,4%) e Sergipe (85,7%) tiveram as maiores altas do país.
No Brasil, já a mortalidade infantil continuou caindo: os óbitos de crianças com até 1 ano de idade passaram de 4,0% do total de óbitos registrados em 2005 para 2,5% em 2015; e na faixa até 5 anos, essa participação caiu de 4,8% para 3,0%.
Segundo a pesquisa, as mortes violentas de jovens cresceram na maioria dos estados do Norte e do Nordeste entre 2005 e 2015. As exceções são Acre, Amapá e Pernambuco.
O estudo mostra que os óbitos de jovens por causas violentas tiveram redução nos estados da região Sudeste, Sul e Centro-Oeste.
As quedas mais significativas nesses índices foram registradas no Rio de Janeiro, Distrito Federal, São Paulo, Paraná, Mato Grosso do Sul, Espírito Santo e Acre, segundo o IBGE. No Rio de Janeiro, caiu 37,5% entre os homens e 40,8% entre as mulheres; em São Paulo, caiu 33,1% entre homens e 32,7% entre mulheres. No Acre, a queda entre mulheres foi de 50%.
Mortes é maior entre homens
A prevalência masculina entre os jovens que morreram de forma violenta em 2015 foi de 91,7%. Em todos os Estados onde houve aumento no número de mortes violentas entre homens de 15 a 24 anos, a variação percentual entre as mulheres foi menor, com exceção de Amazonas. Este foi o único local onde o aumento no número de mortes entre as jovens superou os 100%: o aumento foi de 171,4%, contra a também expressiva variação de 128,7% entre os homens desta faixa etária.
Nove Estados tiveram variação percentual superior a 100% no número de mortes violentas entre os homens de 15 a 24 anos: Roraima (119,%), Rio Grande do Norte (121.6%), Alagoas (124,8%), Amazonas (128,7%), Bahia (132,2%), Maranhão (145,1%), Ceará (146,1%), Piauí (171,4%) e Sergipe (179,4%).

Da Redação (Com informações do IBGE)
redacao@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...