30 de nov de 2015

Central de Flagrantes em Parnaíba

A sempre movimentada Central de Flagrantes de Parnaíba, na desta segunda feira (30) estava vazia. Tudo por conta da paralelização da Policia Militar em Parnaíba. 

Fonto: Portal do Catita
Edição Blog do Pessoa 

PROGRAMAÇÃO DO FESTEJO DE SANTA LUZIA EM BARRA DO LONGÁ



O DITALPI e a miopia da nossa representação política! (*)

Agora vai! Com direito a mais uma reunião, holofotes e discursos recentemente se reuniram alguns representantes do povo piauiense para discutir a retomada da obra de conclusão da etapa final do Perímetro Irrigado Tabuleiros Litorâneos do Piauí – DITALPI, projeto que tem como finalidade promover a fruticultura irrigada na região Meio Norte do Brasil. Agora vai!
O “Encontro Técnico” foi promovido pela Prefeitura de Parnaíba para tratar sobre os temas: pecuária leiteira e Perímetro Irrigado. O evento aconteceu no auditório da Embrapa, contou com a presença de produtores, autoridades políticas estaduais e federais, dentre elas o governador Wellington Dias, o senador Elmano Férrer, o prefeito Florentino Neto e o suplente de deputado estadual Zé Hamilton.
Com exceção do senador, os três, já tiveram oportunidade de fazer algo pelo setor e pouco fizeram! Talvez por isso, assumiram, mais uma vez, o compromisso de defender a produção agrícola irrigada, que está calcada na promoção da geração de emprego e renda, dentro dos princípios do desenvolvimento local, integrado e sustentável. Um modelo extraordinário, mas que a representação política ainda não entendeu!
Para compreender um pouco mais, voltemos no tempo. Os primeiros estudos para implantação do perímetro irrigado dos tabuleiros litorâneos é de 1979. A concepção do projeto era excepcional. Era o governo Sarney (1988) e foram criados três distritos de irrigação: Tabuleiros Litorâneos (PI), Vale do Acaraú (CE) e Tabuleiros de São Bernardo (MA), com um Centro de Pesquisa de Agricultura Irrigada (CNPAI) da EMBRAPA que foi implantado em Parnaíba para dar o suporte técnico.
O DITALPI foi o primeiro perímetro público, dos 96 existentes no Brasil a ter área com certificação orgânica, cultivo sem o uso de agrotóxicos, adubos químicos e outras substâncias tóxicas e sintéticas. Com isso, evitava-se a contaminação dos alimentos e do meio ambiente. Esta produção iniciou em 2003 e a ideia era de que em pouco tempo toda a área estivesse livre de químicos, agregando-se mais valor à produção.
Porém, o perímetro não teve o apoio necessário. O CNPAI fechou em Parnaíba e ninguém fez nada pela sua manutenção. Os produtores não tiveram nenhum subsídio pela produção orgânica. O “preço” de um produto orgânico não pode ser “contabilizado” somente pelo seu valor de troca.  A agricultura orgânica evita a contaminação dos trabalhadores com agrotóxicos, lençol freático com fertilizantes e minimiza-se drasticamente os impactos sobre a fauna e a flora. Imaginemos a carga de agrotóxicos que se tem evitado lançar no rio Parnaíba e águas subterrâneas acaso fosse tudo convencional?
Os produtores deveriam ser recompensados com políticas de redução de custo de energia e encargos, assistência técnica e médica, educação de melhor qualidade, etc. Mas, os nossos representantes políticos o que têm feito? No máximo “ufanar-se da experiência bem sucedida”.
Atualmente existem 588 hectares em produção, área estagnada a cinco anos, destes, 300 ha de acerola e 21 de caju orgânico, o resto é convencional (outubro, 2015). Segundo o produtor Josenilto Lacerda “Já chegamos a ter 2/3 da área com orgânicos, caímos para 1/2 e em mais uns dois anos chegaremos a 1/4".
A falta de apoio está levando à redução da área cultivada organicamente. Lamentável! O custo é mais alto porque a produtividade é menor, a gestão é mais complexa e os insumos são mais caros. Para o mercado consciente, há uma pressão dos consumidores por produtos saudáveis, mas eles "não estão dispostos" a pagar o “preço”, por um lado e por outro falta uma política de incentivo e efetivo apoio à produção.
Uma das grandes dificuldades enfrentadas pelos irrigantes é o custo da energia elétrica. Eles têm um débito astronômico junto à Eletrobrás. Há anos tentam renegociá-lo, sem sucesso. Nesta última semana ocorreu uma reunião em Teresina com a concessionária, o governador e o DITALPI.  Ao fim saiu uma minuta de parcelamento de 180 mil por mês aos irrigantes. Impagável! É esse tipo de apoio que chega!
E a lei de subsídio para irrigantes? Nem falam. Sobre esta questão o governador admitiu que, dos cerca de R$ 70 milhões abdicados por ano com incentivo da irrigação, a maioria é indevida: chácaras, hotéis, motéis, etc. Há quanto tempo isso se arrasta? O Estado há muito vem falando em fazer um recadastramento para rever os erros, mas nada! A produção orgânica deveria ser levada a sério!
Outra lástima é a obra da segunda etapa do DITALPI que teve início em 2008 e foi anunciada pelo então Governador Wellington Dias (PT) que seria inaugurada no primeiro semestre de 2011. As empresas ODEBRECHT de Engenharia e Queiroz Galvão de Construção adiaram a conclusão para 2012. Outro evento midiático foi realizado com esta mesma turma e o Ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, onde assinaram festivamente a ordem de serviço de R$ 161 milhões, no dia 19 de junho de 2013. Desta vez a empresa Mendes Júnior como a segunda colocada que retomou o serviço, mas parou também.
A mediocridade não permite nossa representação política enxergar que, mais que um conceito, a produção orgânica é uma ferramenta de mudança que pode definir como será a qualidade de vida da sociedade nos próximos anos! Enquanto isso, encontros e festas para discutir o sexo dos anjos! Se há dificuldade em ouvir o que de fato interessa aos irrigantes, sugiro conhecer a experiência de Petrolina-Juazeiro para aprenderem como se faz, fica a dica!

(*) Fernando Gomes, sociólogo, eleitor, cidadão e contribuinte parnaibano.

Parnaibano dentre os "medalhas de ouro" na Olimpíada de Matemática

Meninos de ouro
O Piauí teve somente quadro medalhas de ouro na Olimpíada de Matemática das Escolas Públicas Brasileiras deste ano. Os premiados foram Pablo Andrade Carvalho Barros, da Escola Valter Alencar, em Teresina, Fredison Soares da Silva Junior, da Escola Padre Freitas, em Piripiri, Kevin Monteiro de Miranda, da Escola Polivalente Lima Rebelo, em Parnaíba, e José Márcio Machado de Brito, da Escola Agustinho Brandão, em Cocal dos Alves.
Escolas
Duas escolas do Estado, Professora Maria de Fátima Melo (municipal), em Alto Longá, e Teotônio Brandão (estadual), em Cocal dos Alves, foram premiadas na Obemep com um kit esportivo.
Secretarias
A Obemep premiou com troféus duas secretarias municipais de educação no Piauí, das cidades de Cristino Castro e Guadalupe.(Portalaz)

Fiat com placas de Teresina tombou na BR 402

Vídeo circulando nas redes sociais mostra um carro Fiat com placas de Teresina-PI, que tombou na BR 402 nas proximidades do Povoado Camurupim em Luis Correia. Os ocupantes do veículo não foram localizados  e é possível que tenha se dirigido a cidade de Parnaíba. 








Polícia Militar de Tutóia-MA prende homicida foragido de Parnaíba


Homicida foragido de Parnaíba é preso em Tutóia-MA pela Polícia Militar
Toinho Cabeleireiro

“Toinho Cabeleireiro”, foi preso no início da tarde desta segunda-feira, 30, por volta das 15 horas, pela Polícia Militar da cidade de Tutóia-MA.
Toinho é acusado de homicídio em Parnaíba de onde estava foragido desde ultima quinta-feira (26/11) dia do crime. Toinho teria matado com quatro tiros Welson Rodrigues do Nascimento, de 35 anos de idade, mais conhecido como “Timon”.
No momento da abordagem policial, Toinho estava de posse de um revólver calibre 38 com várias munições intactas. Arma essa possivelmente usada no crime em Parnaíba.

"APERTE O 13" - Por falta de dinheiro, eleições de 2016 serão manuais, diz portaria da Justiça 54

Por falta de dinheiro, as eleições municipais de 2016 serão realizadas manualmente. É a primeira vez que isso acontecerá desde 2000, quando todo o eleitorado brasileiro começou a votar eletronicamente. A informação de que o contingenciamento impedirá eleições eletrônicas foi publicada no DOU (Diário Oficial da União) desta segunda-feira, 30.
"O contingenciamento imposto à Justiça Eleitoral inviabilizará as eleições de 2016 por meio eletrônico", diz o artigo 2.º da Portaria Conjunta 3, de sexta-feira (27). O texto é assinado pelos presidentes dos STF (Supremo Tribunal Federal), TSE (Tribunal Superior Eleitoral), STJ (Superior Tribunal de Justiça), TST (Tribunal Superior do Trabalho), STM (Superior Tribunal Militar), TJDF (Tribunal de Justiça do Distrito Federal) e respectivos conselhos.
A portaria afirma ainda que ficam indisponíveis para empenho e movimentação financeira um total de R$ 1,7 bilhão para STF (R$ 53,2 milhões), STJ (R$ 73,3 milhões), Justiça Federal (R$ 555 milhões), Justiça Militar da União (R$ 14,9 milhões), Justiça Eleitoral (R$ 428,9 milhões), Justiça do Trabalho (R$ 423 milhões), Justiça do Distrito Federal (R$ 63 milhões) e Conselho Nacional de Justiça (R$ 131 milhões).
As urnas eletrônicas foram usadas pela primeira vez em 1996. Mas somente nas eleições de 2000 todo o eleitorado votou eletronicamente.
Fonte: UOL

Militares e Governo tentam acordo mas paralisação continua

As Associações Militares da Polícia Militar e a Associação dos Bombeiros Militares do Estado do Piauí (ABMEPI) participaram de audiência na manhã desta segunda-feira (30), na Procuradoria Geral da Justiça, A reunião foi realizada com o intuito de encontrar um consenso entre os militares e o Governo do Estado a respeito do Projeto de Lei que altera a legislação dos militares, principalmente no que diz respeito a Lei de Organização Básica(LOB), Lei de Promoções e jornada de trabalho. 


Os militares encontram-se com as atividades paralisadas desde o último sábado (28), reivindicando que o Projeto de Lei seja encaminhado, apreciado e sancionado. “Estamos revindicando o cumprimento de um acordo realizado entre a categoria e o Governo do estado em 2011, e que hoje tivemos que retornar ao Movimento Polícia Legal devido ao descumprimento desse acordo”, explica sargento Francisco da Cruz, presidente da Associação dos Bombeiros Militares do Estado do Piauí.
O coronel Carlos Pinho, presidente da Associação dos Oficiais da Polícia Militar do Piauí esclarece que além das alterações solicitadas na legislação dos militares, a Polícia Militar requer que a gratificação por risco de vida, seja incluída no Plano de Carreira. 

“A Polícia Civil e a Polícia Militar tem um tratamento diferenciado por parte do Governo do Estado. A gratificação por risco de vida já está incorporado no plano de carreira da Polícia Civil, enquanto que a Polícia Militar já foram dez mortos no Piauí somente este ano. Uma situação revoltante para os militares”, ressalta o coronel.

A audiência foi mediada pelo Promotor Fernando Santos, que depois de ouvir os militares e os representantes do Comando Geral da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militares sugeriu marcar outra audiência, no qual o promotor requereu que os próprios comandantes possam comparecer ao encontro agendado para a próxima segunda-feira (07).
O tenente Flaubert Rocha, vice-presidente da ABMEPI declara que as deliberações devem ser tomadas o mais rápido possível, já a paralisação deve continuar. “O comandante está com o Projeto de Lei há aproximadamente 60 dias, por isso não temos mais tempo, e na próxima audiência temos que ter um posicionamento concreto. Mesmo por que até que esse projeto seja apreciado e sancionado o Movimento Polícia Legal irá continuar”, afirma. 

O secretário de Segurança, Fábio Abreu, confirmou que foi solicitado ao Ministério da Justiça dobrar o número de policiais da Força Nacional no Piauí. Esta é uma das ações alternativas para garantir assistência à população durante Movimento Polícia Legal. Além disso, o Exército também poderá ser acionado.

“Por enquanto, em entendimento com o Governador Wellington Dias, já enviamos pedido de mais policiais da Força Nacional à Secretaria Nacional de Segurança Pública. A reivindicação dos policiais é justa, mas o próprio governador informou que não tem como onerar a folha de pagamento agora. No entanto, continuo acreditando no diálogo”, esclarece. 
O secretário ainda destacou que a paralisação dos militares é parcial. “Somente na capital haviam 22 viaturas rodando o que consideramos suficiente. Lamentavelmente há informações falsas sendo divulgadas nas redes sociais com propósito de espalhar o pânico na sociedade. Nosso compromisso é não deixar de dar as respostas que o piauiense precisa. Por outro lado, vamos enviar policiais da Força Nacional para Parnaíba para dar mais tranquilidade ao município”, afirmando ainda que cerca de 300 PMs que estão à disposição de outros órgãos foram convocados para reforçar o efetivo nas ruas no fim de ano.



Fonte: Portal AZ

Motorista invade preferencial e provoca acidente na Rua Caramuru em Parnaíba

O acidente aconteceu por volta das 11h30min desta segunda-feira (30), no cruzamento das ruas Caramuru e Tabajara, no bairro Pindorama e envolveu um Chevrolet D10/ e um VW/Gol.

O condutor do Chevrolet D10, teve ferimento na face e precisou de atendimento do Samu, mas recusou remoção.
De acordo com o condutor do Gol que nada sofreu, ele seguia pela Rua Caramuru, ao chegar no cruzamento foi colhido pelo motorista do Chevrolet D10 que invadiu a preferencial, provocando o choque.

Após o impacto o Gol rodou na pista, causando danos de grandes proporções principalmente na frente do veículo.
Vários acidentes já foram registrados nesse cruzamento, a preferencial é para quem vem pela Rua Caramuru, mas um comerciante próximo reclama que a sinalização é ineficiente para essa orientação. 



Por Gleitowney Miranda/Blog do Pessoa

PAX UNIÃO INFORMA - NOTA DE FALECIMENTO

PAX UNIÃO - A Amiga nas Horas Difícieis 


A PAX UNIÃO, em nome da família enlutada, cumpre o seu doloroso dever de comunicar o falecimento do Sr. ANTONIO GOMES DOS SANTOS, 87 anos de idade, falecido por volta das 12h00min da tarde de hoje (30.11.2015) em sua residência. O corpo está sendo velado na Rua Melvin Jones, 1680 – Bairro: Ceara – Parnaíba – PI, e o sepultamento acontecerá amanhã (01.12.15) às 05h00 da manhã no Cemitério de Carapebas – Luis Correia -PI.

           A PAX UNIÃO, em nome da família enlutada agradece a todos que comparecerem a este ato de fé e piedade cristã.
Floricultura Violeta 
Informou a Pax União.

Parnaíba – PI, 30 Novembro de 2015.

Moradora do Joaz Souza recebe cadeira de banho


O vereador Carlson Pessoa saiu em campo mais uma vez neste domingo (29/11) e fez a doação de uma cadeira de banho para dona Maria de Jesus, de 82 anos. Moradora do Conjunto Joaz Souza, ela sofre de diabetes e devido a má circulação do sangue, em decorrência da doença, semana passada a idosa teve a perna esquerda amputada.


“Esse é o nosso trabalho de garantir que as pessoas tenham direito a acessibilidade, a remédios, atendimento médico e consultas, mas que nem sempre são respeitados pelos nossos gestores. Esperamos que com essa cadeira dona Jesus tenha sua rotina facilitada”, explicou o parlamentar.


Dona Jesus que mora com filhos e netos agradeceu ao vereador pela doação e se emocionou por saber que agora o ficará mais fácil na hora do banho.







Luzia Paula

Ofertas da Semana no Paraíba

Aproveite estas super ofertas no Paraíba. Com as facilidades que você conhece fica ainda mais fácil. Venha em uma loja Paraíba e aproveite.

Decisão - Justiça condena prefeitura de Parnaíba

A decisão é do juiz Carlos Eugênio Macedo de Santiago do último dia 18 de novembro.

O juiz da 4ª Vara Cível de Parnaíba, Carlos Eugênio Macedo de Santiago, julgou parcialmente procedente a ação ajuizada por Francisca da Silva Barros contra a prefeitura de Parnaíba. A decisão é do último dia 18 de novembro.

Segundo Francisca, ela exerceu cargo de servidora comissionada em janeiro de 2008 a dezembro de 2012 e que durante esse período jamais recebeu pagamento das férias.

Em sua sentença, o juiz afirma que o recebimento das férias encontra suporte no estatuto dos servidores públicos do município de Parnaíba. O magistrado condenou a prefeitura ao pagamento das férias acrescidas de 1/3 com juros e correção monetária, tendo como base os salários de cada ano.


WANESSA GOMMES, DO GP1 

Fibra Net Internet Banda Larga

Com a Fibra Net você navega em alta velocidade para fazer o que quiser na internet. Tudo com tecnologia Banda Larga.

Solicite uma visita ou venha até nossa loja, Teremos o prazer em recebê-lo. Suporte Técnico de qualidade.

Provedor licenciado pela ANATEL, legalizada através de nosso próprio SCM (Serviço de Comunicação Multimídia).

A Fibra Net trabalha dentro de um padrão de qualidade em seus equipamentos e em sua prestação de serviço, mantendo assim a satisfação de todos os nossos clientes. Venha conhecer os nossos colaboradores e nossa empresa localizada em, Parnaíba - PI - Av. Doutor João Silva Filho, 2467 Bairro Piauí.

MEC aprova 80 vagas para o curso de Medicina em Parnaíba.

AUTORIZACAO_MEC_IESVAP_IMG_2774O Ministério da Educação aprovou o credenciamento da Faculdade de Ciências Humanas,
Exatas e da Saúde do Piauí, que fica localizada na rodovia BR-343, s/nº, bairro Sabiazal, no Município de Parnaíba, Estado do Piauí. A Portaria 1.105 foi publicada nesta segunda-feira(30), no Diário Oficial da União.
Através da súmula 09/2015, o MEC aprovou a abertura de 80 vagas por ano para o curso de Medicina na FAHESP.
A faculdade é mantida pelo Instituto de Educação Superior do Vale do Parnaíba (IESVAP), pessoa jurídica de direito privado.
Fonte: 180graus

Garanta sua profissão no Curso de Frentista

Segue anexo cartaz  Curso de Frentista. Por gentileza adicione mais as seguintes informações:

Valor: R$ 90,00 à vista ou R$ 50,00 de entrada e R$ 50,00 no cartão de crédito
10hs de aulas teóricas e 30hs de estágio nos postos de gasolina
documentos para inscrição: xeros RG, CPF e Comprovante de Residência
Vagas Limitadas

“Matei sem motivos”, diz acusado de assassinar jovem a facadas em Cocal

Gerson Santos do Nascimento, de 22 anos de idade, foi preso durante a tarde deste domingo (29/11) em uma ação conjunta das Polícias Civil e Militar de Cocal. Ele é acusado de assassinar com golpes de faca o jovem Francisco Lima Machado, de 23 anos, mais conhecido como “Bebeto”. Após ser preso, o rapaz foi conduzido para a Central de Flagrantes de Parnaíba, onde assumiu a autoria do crime.

O corpo da vítima foi encontrado na manhã deste domingo (29) dentro de uma rede, na varanda de um bar no bairro São Francisco, zona urbana de Cocal. Segundo informações da polícia, o acusado acompanhou todo o trabalho pericial na cena do crime e aparentava estar nervoso. Por conta disso, os policiais começaram a suspeitar de Gerson. 

“O autor do fato, trabalha na delegacia de Cocal cumprindo pena alternativa, realizando a limpeza de viaturas e da área externa do distrito. Enquanto a Perícia Criminal realizava os levantamentos, o mesmo estava no local se apresentando bastante nervoso. E isso chamou a nossa atenção. Quando abordamos Gerson, ele apontou o nome de outra pessoa como autor do crime. Em seguida, ele nos afirmou que queria falar a verdade, foi neste momento que houve a confissão”, explicou Walter Brune, policial civil da Delegacia de Cocal.

Depois de ser preso, Gerson Nascimento mostrou aos policiais onde teria escondido a arma utilizada no crime. O punhal foi apreendido e também levado para a Central de Flagrantes de Parnaíba, onde foi submetido a um exame pericial que constatou a presença de sangue na lâmina. Segundo o delegado Rodrigo Moreira, o acusado relatou em depoimento como agiu para matar o jovem conhecido como “Bebeto”.

“Ele já chegou até a cumprir pena na Penitenciária Mista de Parnaíba por outras acusações, mas nunca por um crime tão violento como este. Ele confessou o homicídio e apresentou a arma utilizada, não apresentando uma justificativa plausível. Segundo relato, a vítima estava deitada em uma rede quando o acusado desferiu duas facadas na altura do coração. As investigações irão continuar para saber se houve ou não a participação de mais pessoas”, explicou o delegado Rodrigo Moreira, plantonista na Central de Flagrantes de Parnaíba.

Sem motivos
O acusado conversou com o MeioNorte.com e afirmou que está arrependido pelo o que fez. Ele relata que estava sob efeito de um medicamento de nome “rupinol” e que não tinha motivos para matar o jovem.


“No momento da agressão eu me encontrava drogado e tinha bebido cerveja. Quando cheguei no bar, ele estava na rede dormindo. Abri o punhal e dei as facadas nele, sem motivo algum. Eu não tinha treta com ele. Tudo isso foi porque estava drogado. Estou arrependido e quero pedir desculpas para a família dele”, disse o acusado.

Por Kairo Amaral 

Bandidos continuam aterrorizando moradores do bairro Centro

Novas imagens chegaram a nossa redação onde mostram casas abandonadas no centro de Parnaíba que estão sendo usadas como esconderijo para bandidos e usuários de drogas. O internauta que nos enviou as fotos chegou a passar mal com o forte cheiro proveniente de fezes e urinas deixadas pelos baderneiros em todos os ambientes da residência.
Casas abandonadas em Parnaíba tem se tornado um problema para os moradores do centro, que veem a bandidagem aumentar consideravelmente. A qualquer hora do dia os malfeitores se apropriam dos ambientes e espalham terror pela vizinhança.





Bandidos tentam arrombar caixa eletrônico do Bradesco em Joaquim Pires

A agência do banco Bradesco do município de Joaquim Pires, norte do Piauí, foi alvo dos bandidos na madrugada do último sábado (28).

A ação criminosa aconteceu por volta das 4h00. Os bandidos usaram uma barra de ferro e tentaram forçar a abertura de um dos caixas eletrônicos da agência, mas não obtiveram êxito na subtração de valores. Os bandidos fugiram antes da chegada da polícia.

“Os elementos impediram a perseguição da polícia, jogando objetos pontiagudos estrada da saída da cidade no sentido Buriti dos Lopes, para furar os pneus das viaturas, afim de atrasar a ação policial”, informou o Cabo Ramos.

A polícia acredita se tratar da mesma quadrilha, devido a mecânica do crime e o último caso de arrombamento registrado no dia 03 de novembro na agência dos correios da cidade.



Fonte: Tribuna do Norte

Capitão Marcelo Anderson afirma que Polícia Militar do Piauí está parada

Foram registrados 14 homicídios no estado do Piauí nas últimas 48 horas, após o início da ação Polícia Legal, iniciativa das Associações Unidas dos Policiais e Bombeiros Militares do Piauí, que faz parte do movimento "Juntos Somos Mais Fortes", deflagrado no dia 13 de novembro, e foi dividido em etapas. O objetivo maior é pressionar o Governo na reivindicação de direitos trabalhistas.

A primeira fase foi a Tolerância Zero, onde os policiais militares potencializaram as ações de prevenção e repressão de crimes, não tolerando qualquer tipo de impedimento ou desvio para a persecução criminal, a fim de pressionar o sistema de segurança pública, que, segundo a categoria, não possui estrutura para atender as demandas. A segunda etapa, Polícia Legal, deflagrada no último sábado (28), é mais severa, tirando de circulação todos os policiais militares, que ficam aquartelados nos batalhões, sem atender qualquer solicitação. 

O Capitão Marcelo Anderson, à frente do movimento "Juntos Somos Mais Fortes", concedeu entrevista ao GP1, onde garante que a ação Polícia Legal é baseada na legalidade. Ele afirma que o Governo não vem garantindo o aparato para execução lícita do trabalho de policiamento e que não estaria fornecendo equipamentos suficientes e de boa qualidade, além das viaturas dos batalhões estarem em péssimas condições de circulação, com documentos atrasados.

Imagem: Thais Guimarães/GP1Capitão Anderson afirma que a paralisação é por tempo indeterminado(Imagem:Thais Guimarães/GP1)Capitão Anderson afirma que a paralisação é por tempo indeterminado
Na entrevista, o Capitão explicou a atual situação no que diz respeito ao policiamento no Estado. “A Polícia Militar está parada em todo o estado do Piauí. Continuam trabalhando apenas os policiais da gestão administrativa, que possuem cargos comissionados e tem relações funcionais importantes dentro da estrutura da organização, o que é uma maneira de maquiar a realidade da PM, que hoje não oferece o mínimo de segurança para a população”, afirma. 

Ainda segundo o militar, em Teresina, das 81 viaturas distribuídas nos batalhões, apenas 10% ainda estão circulando, número que pode diminuir. “Quem determina o tempo da paralisação é o Governo, se ele sinalizar hoje que está disposto a negociar, nós imediatamente convocamos uma assembleia para discutir os acordos que nos forem apresentados, e deliberamos o fim da paralisação. No entanto, o Governo e a Secretaria de Segurança do Estado não sinalizaram qualquer resposta. A impressão que fica é a de que o Governo quer instalar o caos no Estado”, ressalta Anderson.

Outro lado

O secretário de segurança do Estado, Fábio Abreu, foi procurado pelo GP1, e respondeu que está entrando em contato com o governador Wellington Dias para marcar uma reunião o mais rápido possível para discutir o assunto.


Imagem: Francisca PintoSecretário de Segurança, Capitão Fábio Abreu(Imagem:Francisca Pinto)Secretário de Segurança, Capitão Fábio Abreu
Fonte: GP 1

Shopinfor - Sua loja de informática









 Uma loja completa com tudo que você procura.
Av. São Sebastião 1038. Fone 86 - 3322 2039







Movimento de policiais em protesto diz que agora a “crise vai se instalar”

O movimento Polícia Legal, realizado por um grupo de policiais militares em protesto, teria agora avançado para a sua terceira fase, depois de passar pela fase ‘Tolerância Zero’. Dizem que agora "a crise vai se instalar".
Em um texto que tem circulado via redes sociais atribuído ao “Capitão Anderson”, esses PMs em protesto desde a morte de um colega dizem que não seguirão mais nem mesmo ordens do comandante geral, o coronel Carlos Augusto.
A revolta se deve ao que o movimento considera “arrogância” por parte do comando da PM-PI. Eles se consideram desrespeitados. Para o movimento apenas o governador Wellington Dias (PT) os representa, pois ordens do comando serão ignoradas.
Veja o texto que circula na Internet:
“Depois da Deflagração do Policia Legal, o Movimento Juntos Somos Mais Fortes entra na sua terceira fase e com ela rodam as cabeças do Comandante Geral, Cel Carlos Augusto e seu Subcomandante Geral, Cel Lindomar. A partir das 18 horas deixam se ser nossos representantes e o Governador vai ter que legitimar outros Comandantes se quiser controlar a crise que vai se instalar.
O Cel Carlos Augusto não nos representa mais. Comandante que em sua arrogância diz que Lei pra militar no Piauí só se for a que ele fizer, dentro do seu gabinete e do jeito que ele fizer, não merece nosso respeito. E qualquer um que defenda este tipo de comando não merece nosso respeito. Por uma Policia mais justa, mais humanizada, mais digna, mais integrada e mais moderna.
A PMPI é dos policiais militares e serve a sociedade piauiense e não de propriedade de alguns oficiais de gabinete que a usam em interesse pessoal. JUNTOS SOMOS MAIS FORTES! A HORA É AGORA! (Cap. Anderson)”
O MOVIMENTO
O movimento Polícia Legal foi iniciado às 18h deste sábado (28/11), com policiais e bombeiros garantindo que não vão mais atender ocorrências nas ruas e nem mesmo fazer o tradicional policiamento ostensivo. Há inclusive a informação de que não será repassadas às viaturas as ocorrências que forem atendidas via COPOM. Em cartaz (veja abaixo), os PMs em protesto alertam a população para que "tomem medidas preventivas".
Cartaz que tem sido divulgado pelos policiais em protesto (Foto: Divulgação)
O QUE DIZ A PM-PI
A reportagem do O Olho entrou em contato com o comandante da PM-PI coronel Carlos Augusto através de sua assessoria de imprensa. Segundo o Major John, o comando da Polícia Militar não irá se manifestar sobre o movimento Polícia Legal. “O nosso posicionamento continua sendo o mesmo da nota que emitimos à toda a imprensa no meio da semana”, disse o major. Ele também garantiu que, apesar do movimento, todos os atendimentos, inclusive via COPOM, estão sim sendo feitos.
Coronel Carlos Augusto: segundo assessoria, não vai se manifestar (Foto: Divulgação)

Fonte: O Olho.com
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...